RSS

Feliz Páscoa!



Páscoa é tempo de Amor, de Família e de Paz!

Páscoa é um sentimento em nossos corações de esperança, fé e confiança.

É hora de lembrar com amor e apreciação as pessoas em nossas vidas que fazem a diferença.

O Espaço Dom Quixote acredita que as diferenças é que nos fazem especiais e deseja a todos uma FELIZ PÁSCOA!

Importância das frutas



As frutas são alimentos fundamentais para o crescimento saudável das crianças. Além de muito saborosas, são excelentes fontes de fibras, vitaminas, sais minerais e água. 

Responsáveis por fortalecer o sistema imune, apresentam proteção contra diversas doenças, entre elas diabetes, constipação, doenças cardiovasculares e até contra vários tipos de cânceres. Requisito básico para a saúde da criança, as frutas estão perdendo espaço na alimentação dos pequenos devido ao grande crescimento da indústria e sua vasta gama de produtos industrializados ricos em aditivos químicos, conservantes, açúcares, e pobres em nutrientes. 

Quando a criança apresentar resistência no consumo de frutas, podemos mudar a maneira de ofertá-las. Alguns exemplos são: sucos, batidas com leite ou batida com iogurte, sorvetes, purês, saladas ou mesmo assadas ou cozidas e gelatinas. 

Uma ótima maneira para o verão são os geladinhos, mas não os comprados prontos, pois estes apresentam uma grande quantidade de açúcar e químicos, melhor são os feitos em casa com suco natural. As frutas podem ser batidas com água, leite e até água de coco, que além de hidratar é rica em minerais. 

Uma forma saudável e divertida de se refrescar!


Cristine Cassel - cristinenutri@espacodomquixote.com.br 
Nutricionista do Espaço Dom Quixote

Singularidade



Ser singular é ser único, diferenciar-se num mundo de iguais. Não é nem ser mais, nem ser menos, mas é ser único. 

A vida é um encontro entre X e Y. Alguns encontros são “perfeitos”, outros deixam marcas, cicatrizes que acompanham o ser humano pelo resto de sua vida. 

Os portadores da Síndrome de Down apresentam esta marca na sua aparência física, no olhar, no falar, nos movimentos, na sua estatura. 

O tempo de aprender é outro, sem tanta pressa, mas cheio de possibilidades. Precisam de apoio e estímulo para acompanhar as muitas informações e selecionar as mais importantes. Com o envolvimento da família, professores e colegas desenvolvem sua aprendizagem e avançam na sua formação. 

O sorriso, a afetividade e a alegria fazem parte do jeito de ser de muitos representantes da Síndrome de Down. Mas há também aqueles mais determinados, quase teimosos, de tanto insistir quando querem alguma coisa. 

Dizem que o X é frágil, por isso essa diferença. Não vejo fragilidade, mas determinação em abrir espaço numa sociedade cheia de preconceitos e sem a maturidade para compreender a singularidade do ser humano. 

Descobrir-se e desenvolver-se é projeto pessoal de toda pessoa, mas para que todos tenham oportunidade é preciso a possibilidade de mostrar seus talentos. Os caminhos para tal são os mais diversos, principalmente nas artes onde exibir-se sem medo é essencial para o sucesso. 

O cinema tem criado possibilidades para portadores da Síndrome de Down mostrarem seu talento. Um dia você acorda, sai para a rua e acha que as pessoas a sua volta são diferentes, diferentes de você. Na verdade o diferente é você. O filme City Down, de José Mattos, mostra a história contada na perspectiva dos portadores de Down e como o diferente para uns pode ser o normal para outros. 

Está estreando no cinema outro filme, “Colegas”, de Marcelo Galvão, que conta a história de dois rapazes aventureiros e uma garota romântica que tem em comum, além de sonhos, serem portadores da Síndrome de Down. Eles fogem do instituto onde vivem para realizar seus sonhos: ver o mar, casar e voar. 

Mas nem só no cinema há a possibilidade de ser visto e reconhecido. Um jovem talentoso, simpático, tímido e muito carinhoso mostra sua habilidade na bateria numa apresentação filmada pela família e postada no youtube. Vale a pena conferir o Alisson, amigo do Donqui, muito feliz e compenetrado, dando um show.

video


Acesse também: www.youtube.com/watch?v=uMDUSMMcRPU

Dia 21 de março é o Dia Internacional da Síndrome de Down.


Janete Cristiane Petry - janetepp@espacodomquixote.com.br
Psicopedagoga do Espaço Dom Quixote

Não perca: Psicologia do Adolescente


Oficina de culinária divertida: páscoa!


Não perca: Psicologia Infantil


Seja ajudante do coelhinho!


Reportagem no ABC Domingo - Grupo Sinos


A psicóloga e diretora do Espaço Dom Quixote, Fabíola Scherer Cortezia, contribuiu para a reportagem do ABC em debate da edição de domingo (10 de março) sobre como proteger as crianças da violência doméstica.

Fabíola destaca que "uma mãe jogar um filho pela janela parece irreal, já que se espera que a mãe exerça função de proteção. No entanto, em casos de pais com transtornos psiquiátricos graves há risco iminente. Temos que observar o comportamento do cuidador e, caso esteja passando por momentos de crise, não deve ficar, em hipótese alguma, sozinho com os filhos. Tratamentos com psicólogo e psiquiatra devem ser contínuos. Em casos graves, a internação é necessária para a preservação da vida de todos."

Vídeo de estreia do Projeto Território do Brincar


Recomendo que assistam a esse vídeo, vale a pena. 

 “Quando a criança brinca, ela vai ganhando autonomia, seus gestos corporais se tornam hábil no corpo e vai ganhando momentos inusitados de percepção do mundo que nós adultos já desconhecemos.” (trecho do vídeo – Luiza Lameirão) 




Assista também em: http://www.youtube.com/watch?v=NtX-lOAdvRM


Mayara C. Smaniotto – mayara@espacodomquixote.com.br 
Psicomotricista e Educadora Física do Espaço Dom Quixote

Curso Ambientoterapia


Curso de Formação para Professores


Dicas para uma lancheira saudável



Com o fim das férias escolares os pequenos retornam à rotina e aulas, hora em que os pais voltam ao dilema do que colocar na lancheira de seus filhos. 

Com a correria do dia a dia é muito comum que os pais incluam opções práticas, porém, estas podem acabar prejudicando a saúde das crianças. Alimentos como bolachas recheadas, salgadinhos, refrigerantes, bolinhos de chocolate industrializados possuem poucos nutrientes, muita quantidade de açúcar e aditivos químicos que prejudicam a saúde. 

O ideal é que a lancheira fique bem colorida para atrair e estimular o prazer das crianças na hora de comer. Para garantir o bom crescimento, desenvolvimento e um bom desempenho escolar, o lanche precisa ser variado e conter: 

- uma porção de carboidratos, para fornecer energia; 

- uma porção de lácteos, que tem proteínas; 

- uma porção de frutas responsáveis pelas vitaminas, fibras e minerais; 

- e uma bebida, para hidratação. 

Lembre-se que a escolha do lanche escolar é o primeiro passo para a adoção de bons hábitos alimentares.

Segue algumas dicas para uma lancheira saudável e saborosa:



Cristine Cassel - cristinenutri@espacodomquixote.com.br
Nutricionista do Espaço Dom Quixote

Curso de Psicologia Infantil


Escute a entrevista do Espaço Dom Quixote

A entrevista da psicóloga e diretora do Espaço Dom Quixote Fabiola Scherer Cortezia no programa Espaço Empresarial da Rádio União FM 105.3 já está disponível.

Acesse o site http://www.uniaofm.com.br/podcast e clique em #8 - Fabíola Scherer Cortezia (Espaço Dom Quixote) na opção "ouvir".