RSS

Dia Mundial do Diabetes

Hoje, dia 14 de outubro, é o Dia Mundial do Diabetes e campanhas no mundo inteiro estão mostrando a dimensão desta doença e como nos prevenirmos dela.

A Federação Internacional do Diabetes (IDF) criou um vídeo sobre a doença e a conscientização deste problema, vale a pena ver e refletir sobre os nossos hábitos e dos nossos familiares e o que podemos fazer para mudar esta realidade.

video



O Diabetes Mellitus (DM) é uma doença crônica, representada por um grupo de distúrbios metabólicos que se caracterizam pelo aumento dos níveis de glicose na circulação sanguínea, conhecida como hiperglicemia, decorrente da deficiência na ação e/ou secreção do hormônio chamado insulina. 

O DM pode ser classificado em tipo 1 e tipo 2, além do DM presente durante a gestação. O DM1 é mais frequente em crianças e pessoas até 35 anos, sendo que seu desenvolvimento não tem relação direta com a dieta e o estilo de vida, mas sim com a destruição de células beta localizadas no pâncreas. Já o DM2 está estritamente relacionado à presença de excesso de peso, ausência de práticas alimentares saudáveis e inatividade física. Antigamente, dizia-se que era uma “doença de adulto”, porém com os níveis alarmantes de obesidade infantil presente em nossa sociedade, temos crianças e adolescentes sendo diagnosticados como diabéticos tipo 2. 

A Federação Internacional de Diabetes estima que mais de 300 milhões de pessoas tenham esta doença no mundo, sendo que grande parte desta população reside em países em desenvolvimento. No Brasil, de acordo com o Ministério da Saúde, o DM1 e DM2 juntos, atingem 10 milhões de pessoas. 

O dia 14 de novembro é conhecido como o Dia Mundial do Diabetes, ação que tem como objetivo colocar em discussão esta doença, assim como sua prevenção no caso do DM2 e seu manejo medicamentoso e dietético nos tipos 1 e 2. 

Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes, o maior inimigo do diabético é o desconhecimento. O sucesso no tratamento do DM depende do estabelecimento de uma parceria entre o paciente, sua família e a equipe interdisciplinar constituída por endocrinologista, nutricionista, educador físico e psicólogo. 

O acompanhamento nutricional da criança e do adolescente com DM pode ser realizado de forma individual, com consultas regulares para avaliação do impacto da dieta e mudança de hábitos alimentares na glicemia. Outra forma de abordagem são os grupos transdisciplinares com a participação efetiva de áreas como Nutrição, Psicologia e Educação Física. 

No Espaço Dom Quixote trabalha-se com duas modalidades de grupos transdisciplinares com foco em saúde da criança e do adolescente. Um deles é o Grupo de Reeducação Alimentar, coordenado por nutricionista e psicóloga, onde o objetivo é dar suporte a criança na transformação do modo como lida com sua alimentação, visando a adoção de práticas alimentares saudáveis dentro do contexto familiar e social. Já o Grupo Mexa-se tem como foco a promoção de saúde através da educação alimentar e da prática de atividade física regular, servindo como um espaço lúdico para que o público infantil possa inserir-se num contexto de vida mais saudável.



Daniele Santeti - danielenutri@espacodomquixote.com.br
Nutricionista do Espaço Dom Quixote
Mestranda em Saúde da Criança e do Adolescente (UFRGS)

0 comentários: